standard-title Dicas de saúde

Dicas de saúde

Dicas práticas para cuidar da alimentação nas festas de fim de ano:

*Não se esqueça de fracionar as refeições também nos dias de festa (ou seja, se alimente a cada 3 horas), não permanecendo assim por longos períodos em jejum até a ceia.
*Escolha bem os alimentos que consumirá, dando preferência às aves, que têm menos calorias, como chester e peru, retire a pele para consumir pois é aonde há mais gorduras.
*Prefira consumir os alimentos que são típicos de Natal, deixando de comer aqueles que estão disponíveis o ano todo, mas preste atenção às quantidades.
*Consuma frutas in natura, incremente as saladas com uva passa damasco e outras frutas secas.
*Não abra mão das saladas, legumes, verduras, folhas são sempre uma boa pedida além de serem saudáveis.
*Não tente ficar em jejum no dia seguinte para compensar a comilança das festas Apenas coma com moderação no dia da festa e volte à rotina alimentar normal no dia seguinte.
* Coma devagar (principalmente os alimentos de que você mais gosta), mastigue bem.
* Invista no consumo de frutas, verduras e legumes e beba bastante água e líquidos (também pode recorrer aos sucos de frutas naturais)
Não são proibições, são pequenos cuidados para quem não quer descuidar, mesmo nas festas de fim ano aonde é típico uma ingesta alimentar maior devido á variedade de pratos. Lembre-se da variedade, quantidade e moderação!!!
Cuide-se e boas festas!
Melancia, magrinha e refrescante

Melancia, magrinha e refrescante! Nas proximidades do verão, começamos a ver nas ruas, alguns caminhões vendendo em suas carrocerias uma frutinha, um tanto grande e suculenta, a melancia.
Esta fruta tem maior safra no período em que mais precisamos de líquidos e de alimentos refrescantes e, nada melhor que numa tarde calorosa desfrutarmos de uma fatia de melancia bem gelada, que chega a ultrapassar 90% da sua composição de água.
A melancia é uma fruta originária da África (assim como tantas outras culturas que temos), e de grandes plantações em nosso país, devido a facilidade de cultivo. Mas melhor ainda, é a composição dela, olhamos, para uma porção de 100g (1 fatia fina):
Valor calórico: 35 kcal, carboidratos: 7g, colesterol: 0, potássio: 116mg, tiamina (B1): 25mcg, riboflavina (B2): 35mcg, niacina (B3): 0,19 mg.
A melancia possui outros micronutrientes (vitaminas e minerais) que são importantes para nossa saúde e, seu consumo pode ser de diferentes formas, desde a fruta in natura para um lanche ou sobremesa, também como sucos combinados com outros vegetais ou a fruta sozinha, que auxilia na diurese e até na forma de molho vermelho, semelhante ao molho de tomate.
Além do mais, é uma fruta quando comprada na safra (período atual) tem um custo menor e na geladeira pode durar até 1 semana, desde que guardada em recipiente ou sob filme plástico.
Vamos desfrutar desta maravilha!!!!
FATORES RELACIONADOS AO ENVELHECIMENTO DA PELE

Radiação solar

A radiação ultravioleta é o principal fator agravante do envelhecimento cutâneo, além de estar envolvida na gênese dos cânceres de pele. Várias alterações de pigmentação da pele são provocadas pela exposição solar, como as manchas, pintas e sardas. A pele foto envelhecida é mais espessa, por vezes amarelada, áspera e manchada. Pessoas com pele envelhecida pelo sol têm maior probabilidade de desenvolver câncer e lesões pré-cancerosas.

 

 

Cigarro

Pessoas fumantes possuem marcas acentuadas de envelhecimento na pele. o fumo reduz o fluxo sanguíneo da pele, dificultando a oxigenação dos tecidos. A redução deste fluxo parece contribuir para o envelhecimento precoce da pele e para a formação de rugas. Rugas acentuadas ao redor da boca são muito comuns em fumantes.

Álcool

O consumo de álcool influi no metabolismo como um todo, altera a produção de enzimas e estimula a formação de radicais livres, que causam o envelhecimento. A exceção à regra é o vinho tinto, consumido moderadamente, que contém flavonóides, que têm ação antioxidante.
Hidratação no verão

Hidratação no verão A ingestão adequada de fluidos é essencial para a sobrevivência humana. Aproximadamente 70% do nosso organismo é composto por água. A desidratação moderada, sem sintomas típicos, é comum e, conforme estudos1,2,3, está relacionada com o aumento de acidentes de trabalho, redução da atividade e atenção em escolares, redução da força e desempenho em atletas, redução da resposta visual-motora em motoristas, entre outros. Estes efeitos são tão severos que podem ser comparados ao efeito causado pelo álcool em indivíduos ao volante.

Pela sua importância nas reações bioquímicas essenciais, a água recebe atenção especial em períodos mais quentes, quando o organismo visivelmente, perde mais fluídos. No entanto a reposição de água deve ser realizada em todos os períodos do ano, inclusive inverno, guardando as devidas proporções.

A preocupação com a hidratação pode levar à reposição exagerada de água, o que também pode se tornar um problema. A necessidade de ingestão de líquidos é individual e pode variar de acordo com fatores relacionados à área corporal total do indivíduo, temperatura do ambiente em que o individuo se encontra e nível de atividade física exercida por esta pessoa, entre outros. Normalmente a quantidade adequada de reposição de líquidos, fica por volta de 35 ml de água por Kg de peso corporal total.

A melhor opção para a reposição de líquido corporal é a própria água (pura, filtrada ou fervida). Algumas opções de filtros com capacidade de retirar cloro, elevar o pH e produzir carga elétrica negativa na água, garantem capacidade extra de minimizar danos por substâncias tóxicas e pró-oxidantes. Além disso, é importante que a água seja livre de impurezas, partículas sólidas e bactérias, como toda água potável.

Além da água, que pode ser saborizada com ervas, frutas e legumes (sem torna-la um suco), as frutas, os chás e a água de coco podem garantir mais sabor e prazer na hidratação. Opções não aconselháveis incluem, obviamente, as bebidas adoçadas, como refrigerantes, águas saborizadas artificialmente, sucos industrializados, bebidas alcoólicas e isotônicos.
Tratamento de Estrias

Tratamento de Estrias As estrias são o rompimento das fibras elásticas na camada intermediária da pele, onde estão situadas as fibras de colágeno e elastina. Essas fibras são responsáveis pela elasticidade e tonicidade do tecido. Ou seja, quando a pele se estende (seja por alteração hormonal, gravidez ou obesidade) ela tende a romper as fibras elásticas do local. Para conter este rompimento, o organismo cicatriza aquele local. Assim, dá-se a estria.

Os tratamentos visam melhorar o aspecto das lesões, estimulando a formação de tecido colágeno subjacente e tornando-as mais semelhantes à pele ao redor. Para isso várias técnicas podem ser empregadas, entre elas:

Tratamento com ácidos: o ácido retinóico pode ser usado em baixas concentrações em cremes para tratamento domiciliar, tendo melhor resposta nas estrias recentes.

Peelings: podem ser realizados com ácidos em concentrações altas, em consultório, sob orientação médica.

Mega Pulse HT Fraxx: ponteira fracionada acoplada a aparelho cirúrgico de alta freqüência, age estimulando a produção de colágeno nas estrias.

Laser: o laser vai atuar em ambas as fases. Na fase avermelhada, ele provoca um fechamento dos pequenos vasos sanguíneos e estimula a formação de um novo colágeno, dando à estria uma tonalidade próxima a da pele e uma diminuição do seu tamanho. Já na fase esbranquiçada, o laser vai atuar basicamente estimulando um novo colágeno, visando somente a diminuição do seu tamanho.

Com uma boa avaliação e tratamentos adequados podemos obter bons resultados estéticos na melhoria das estrias.
Engordar é fácil, emagrecer é difícil e recuperar o peso é ainda mais fácil

Engordar é fácil, emagrecer é difícil e recuperar o peso é ainda mais fácil O desafio é lidar com essa genética da obesidade. A cirurgia é um processo que dribla parcialmente essa genética. Na verdade ela cria um defeito que atrapalha a programação genética e graças à redução dos níveis de Grelina e/ou aumento do GLP1, reduzimos a fome e a voracidade e promovemos saciedade. Com isso atrapalhamos o processo natural do reganho de peso. Claro que ela viabiliza boa parte do resultado, mas o paciente também deverá ajudar.
Obesidade está ligada ao consumo de bebidas açucaradas

Obesidade está ligada ao consumo de bebidas açucaradas Novos estudos médicos reforçam a conexão entre o consumo de refrigerantes e bebidas de frutas açucaradas com o grande número de pessoas obesas nos Estados Unidos. Atualmente, 30% da população adulta do país sofrem com a doença, que já é considerada uma epidemia.

A primeira pesquisa, publicada na edição online do New England Journal of Medicine, indica que consumir bebidas açucaradas agiria nos genes, alterando o peso e aumentando a pré-disposição genética de uma pessoa a engordar. Os pesquisadores reuniram 32 variações de genes que influenciam no peso, para assim, traçarem um perfil genético dos participantes.

Os outros dois estudos mostraram que ao substituírem bebidas açucaradas por aquelas que não têm calorias, como água mineral e refrigerantes light, crianças e adolescentes perderam peso.

Os voluntários de uma das pesquisas, realizada no hospital infantil de Boston, recebiam regularmente garrafas d’água ou refrigerantes sem açúcar. Os pacientes não apresentaram ganho superior a 1,5 quilo durante o período em que o experimento foi realizado. Enquanto no grupo de controle, houve um aumento maior que 3,4 quilos.

A outra pesquisa foi realizada com 641 crianças entre 4 e 11 anos com o peso normal. Cientistas da Universidade VU de Amsterdã (Holanda), pediram para que metade consumisse diariamente um quarto de litro de bebida de frutas açucaradas e a outra metade a mesma quantidade de bebidas, mas de produtos que contém adoçante no lugar do açúcar.

Ao fim do experimento, as crianças que ingeriram bebidas mais calóricas tiveram um aumento de 7,36 quilos, contra 6,39 quilos das que haviam tomado apenas refrigerantes “light”.

 

Para mais informações sobre esse assunto entre em contato conosco

Ligue : + 55 54 3045-4070
Página do Facebook : Clínica Gastrobese
Acesse nosso Blog e fique por dentro: www.gastrobese.com.br/blog
Nosso canal no youtube